0

Incêndio no laboratório



Em caso de um incêndio no laboratório, é de fundamental importância que os alunos mantenham a calma e sigam as orientações do professor.
O registro geral de gás deve ser o primeiro a ser fechado, para evitar o agravamento do incêndio, além disso, deve-se desligar todos os equipamentos elétricos, sendo importante, desligar a chave geral do laboratório.

Os incêndios podem ser causados por diversas situações, caso ele tenha se iniciado em um pequeno recipiente é recomendado colocar um pano úmido emcima do recipiente, abafando-o e acabando com o foco. No entanto, pode ocorrer um de tamanho maior, sendo assim mais grave, para contornar esta situação é bom utilizar areia seca ou extintores de incêndio. Não use água ou óleo, pois eles servem para espalhar ainda mais o fogo.
Os incêndios em um laboratório podem ser de três tipos:

os causados por papel, madeira, ou qualquer outro material que deixe cinzas ou brasas, neste caso, deve ser utilizado um material que esfrie e molhe o foco do incêndio;(classe A)

os causados por líquidos inflamáveis, do tipo, gasolina, óleos, querosene, entre outros, deve-se tomar uma atitude rápida de resfriar e abafar o local;(classe B)

os causados por equipamentos elétricos, que deve ser combatidos por qualquer agente não condutor de eletricidade.(classe C)

Os extintores de CO2 devem ser utilizados no caso de incêndios de classe C.
Os extintores de pó químico devem ser utilizados nos incêndios de classe B.
Os extintores de água devem ser utilizados nos casos de incêndios de classe A.

Fonte: http://www.quiprocura.net/laboratorio

Kabertollucci

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado