0

Polímero Nylon – o polímero que substituiu a seda no mercado.


A primeira meia-calça fabricada com polímero nylon.

O nylon, no português náilon, é uma fibra têxtil sintetizada em laboratório, faz parte da classe dos polímeros e é muito usada na fabricação de roupas femininas como lingeries, roupas de banho (biquínis, maiôs). O nylon consiste em uma fibra orgânica muito útil atualmente, mas sua descoberta não é recente. Já no início do século XX (1927), foi preciso desenvolver um tecido resistente para fabricar roupas e substituir a seda de preço elevado.

O novo material foi sintetizado em um laboratório de Química Orgânica por químicos da época, o que eles não sabiam é que essa descoberta iria revolucionar a nova geração. Na década de 40, o nylon foi colocado à venda na forma de meias, qual não foi a surpresa diante do sucesso do produto: as primeiras horas de comercialização do novo material sintético já foram suficientes para vender mais de milhões de pares de meias.

O sucesso pode ser explicado pelo preço do nylon, que é bem mais acessível do que o da seda. Mas esta não foi a primeira aplicação do nylon, ele foi empregado pela primeira vez na fabricação de escova de dente, 10 anos antes de se transformar em meias.

Veja o processo químico para se obter o nylon: a mistura de ácido adípico e hexametilenodiamina. Esses compostos são constituídos por 6 carbonos cada, a resistência do nylon é explicada pelo procedimento de obtenção do produto, para conseguir essa propriedade foi preciso vários experimentos até chegar à conclusão: a fibra para se tornar elástica e resistente precisava ser fundida em altas temperaturas, ou seja, em ponto de fusão elevado.

Por Líria Alves
Graduada em Química
Equipe Brasil Escola

Kabertollucci

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado