0

Substancias Corrosivas

ácido acético glacial:
libera vapores irritantes; trabalhar em capela.

ácido bromídrico:
apresenta-se em solução aquosa de concentração variada; libera vapores altamente irritantes e deve ser manipulado em capela.

ácido bromo-acético:
provoca queimaduras na pele; deve ser protegido da luz e da umidade.

ácido clorídrico:
libera vapores corrosivos que podem ser fatais; manipulá-lo em capela eficiente.

ácido fórmico:
produz sérias queimaduras; trabalhar com luvas.

ácido malônico:
sólido bastante irritante; deve-se evitar contato com a pele.

ácido nítrico concentrado:
libera vapores corrosivos; deve-se trabalhar em capela eficiente.

ácido nítrico fumegante:
é composto por ácido nítrico a 95% e contém óxidos de nitrogênio; seus vapores são altamente corrosivos e sufocantes; deve-se trabalhar em capela.

ácido sulfúrico concentrado:
provoca sérias queimaduras; usar luvas.

ácido sulfúrico fumegante:
é extremantente corrosivo e possui odor irritante de SO
3; deve-se trabalhar em capela.

amônia:
gás incolor, corrosivo e tóxico, possui odor irritante e a inalação de seus vapores pode provocar asfixia, sendo bom trabalhar em capela.

bromo:
é um líquido volátil, irritante e corrosivo, ataca rapidamente tecidos orgânicos, provoca sérias queimaduras, trabalhar em capela eficiente, usar luvas.

dietilamina:
líquido altamente alcalino, irritante à pele e também às vias respiratórias; deve-se evitar contato com a pele e trabalhar em local arejado.

iodo:
sólido facilmente sublimável, os seus vapores são tóxicos e corrosivos; deve-se trabalhar em capela eficiente.

hidróxido de sódio e hidróxido de potássio
altamente corrosivo; deve-se evitar contato com a pele e os olhos.

Kabertollucci

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado